Home Atividades Volta as aulas Atividades Volta às Aulas – 19 sugestões divertidas

Atividades Volta às Aulas – 19 sugestões divertidas

40 min read
0
0
383

Atividades Volta às Aulas – 20 sugestões divertidas

Resultado de imagem para volta as aulas

É hora de começar de novo. Você fez alguma leitura de verão no gerenciamento de sala de aula e está ansioso para experimentar algumas idéias novas. 

Você aprendeu com os erros do passado, e espera este ano para evitar esses erros. Mais divertido de todos, os dias de abertura da escola são uma oportunidade para conhecer um novo grupo de crianças!

O que você fará durante esses primeiros dias da escola? Que atividades você pode fazer para ajudá-lo a conhecer seus novos alunos? Que atividades ajudarão os alunos a conhecê-lo e um ao outro?

1- Carta do dia de abertura

Ainda está procurando por mais idéias? Não esqueça nosso arquivo de Volta às Aulas Turma da Mônica Desenhos para colorir

Escreva uma carta aos alunos. Nessa carta, se apresentar aos estudantes. Diga-lhes sobre suas esperanças para o novo ano letivo e algumas das coisas divertidas que você estará fazendo na aula. 

Além disso, conte aos alunos algumas coisas pessoais sobre você; por exemplo, gostos e desgostos, o que você fez durante o verão e seus hobbies. 

Faça perguntas durante toda a carta. Você pode perguntar o que os alunos gostam mais sobre a escola, o que fizeram durante o verão, quais são os objetivos para o novo ano letivo ou o que são realmente bons. Em sua carta, certifique-se de modelar as partes corretas de uma carta amigável! 

No primeiro dia da escola, exiba sua carta em um retroprojetor. Em seguida, passe cada aluno uma folha de papelaria agradável. 

Peça aos alunos que escrevam cartas de retorno para você. Nesta carta, eles precisarão responder algumas de suas perguntas e contar-lhe sobre si mesmos. 

Esta é uma ótima maneira de conhecer uns aos outros de uma maneira pessoal! Variação: envie a carta aos alunos antes do início da escola e envie uma folha de papelaria para crianças para que você escreva de volta.

2- Encontre o par

Cortar corda ou fio em pedaços de diferentes comprimentos. Cada peça deve ter uma peça correspondente do mesmo comprimento. Deve haver peças suficientes para que cada aluno tenha uma. Em seguida, dê a cada aluno um pedaço de corda e desafie cada aluno a encontrar o outro aluno que tenha uma seqüência do mesmo comprimento. 

Depois que os alunos encontrarem suas correspondências, eles podem se revezar se apresentando um ao outro. Você pode fornecer uma lista de perguntas para ajudar os alunos a “quebrar o gelo”, ou os alunos podem criar os seus próprios. Você pode estender a atividade fazendo com que cada aluno apresente seu parceiro para a classe. 

3- Grupos de animais
No primeiro dia de escola, reunir todos os alunos de um nível de escolaridade em uma grande área comum. Dê a cada aluno um pedaço de papel com o nome de um animal nele. 

Em seguida, dê aos alunos instruções para a atividade: eles devem localizar os outros membros de seu grupo de animais, imitando apenas o som desse animal. 

Não é permitida a conversa. Os estudantes podem hesitar inicialmente, mas essa hesitação logo cede lugar a uma cacofonia de som quando as crianças se mexem, resmungam e se encaminham para grupos. 

O resultado final é que os alunos encontraram seu caminho em seus locais ou grupos de consultoria para o ano letivo, e as barreiras iniciais para o bom trabalho em equipe já foram quebradas. 

4- Uma Rede 
Reúna os alunos em um círculo sentado ao seu redor no chão. Segure uma grande bola de fio. Comece por contar aos alunos algo sobre você. 

Em seguida, rote a bola de fio para um estudante sem deixar ir o fim do fio. O aluno que recebe a bola de fios conta seu nome e algo de bom em si mesmo. 

Então o aluno rola o fio para outra pessoa, segurando o fio de fios. Logo os alunos criaram uma web gigante. Depois que todos falaram, você e todos os alunos se levantam, continuando segurando o fio. 

Comece uma discussão sobre como essa atividade se relaciona com a idéia de trabalho em equipe – por exemplo, os alunos precisam trabalhar juntos e não deixar os outros para baixo. Para conduzir o seu ponto sobre o trabalho em equipe, peça a um estudante que abandone o fio de fio;

Resultado de imagem para volta as aulas

5- Dicionário Estudante
Escreva cinco perguntas no quadro. As perguntas podem incluir o seguinte:

  • Qual é o seu nome?
  • Onde você nasceu?
  • Quantos irmãos ou irmãs você tem?
  • Quais são os nomes deles?
  • você tem algum animal de estimação?

Diga aos alunos para escrever essas perguntas em um pedaço de papel e para adicionar a esse artigo cinco perguntas mais que eles poderiam perguntar a alguém que eles não conhecem. 

Emparelhe alunos e peça a cada aluno que entre em contato com seu parceiro e registre as respostas. Em seguida, cada aluno use as respostas da entrevista para escrever uma “definição de dicionário” de seu parceiro para incluir em um Dicionário de Estudantes.

Você pode modelar esta atividade criando uma definição de dicionário de exemplo sobre você. 

Por exemplo:

Maria, Mendes. nome próprio. 1. Nascido em São Paulo, Brasil. 2. Não há irmãos ou irmãs.

Peça aos alunos que tragam pequenas imagens de si mesmos para colar junto às suas inscrições no Dicionário Estudante. Vincule as definições em um livro e mostre-o na noite de volta à escola. 

6- Colega de classe – Caça ao tesouro

Forneça a cada aluno dois cartões de índice. Peça a cada aluno que escreva uma breve descrição de suas características físicas em um cartão de índice e seu nome no outro. 

As características físicas geralmente não incluem roupas, mas se você ensinar as notas primárias, você pode permitir que os alunos incluam roupas em suas descrições. 

Coloque todos os índices de características físicas em uma caixa de sapatos, misture-os e distribua um cartão para cada aluno, certificando-se de que nenhum aluno obtém seu próprio cartão. 

Dê aos alunos dez minutos para procurar a pessoa que se encaixa na descrição no cartão que eles possuem. Não há conversas durante esta atividade, mas os alunos podem caminhar pela sala. 

No final da atividade, informe os alunos para que escrevam no cartão o nome do aluno que melhor corresponda à descrição. Em seguida, peça aos alunos que compartilhem seus resultados.

7- Cadeiras musicais cooperativas

Esta atividade é uma decolagem no jogo familiar de cadeiras musicais. Configure um círculo de cadeiras com uma cadeira menor do que o número de alunos na turma. 

Jogue música à medida que os alunos circundam as cadeiras. Quando a música pára, os alunos devem sentar-se em um assento. Ao contrário do jogo tradicional, a pessoa sem um assento não está fora. 

Em vez disso, alguém deve abrir espaço para essa pessoa. Em seguida, retire outro assento e comece novamente a música. As crianças terminam nas voltas uns dos outros e compartilham cadeiras! 

Você pode jogar este jogo lá fora, e você pode encerrá-lo sempre que desejar. Depois, estresse o trabalho em equipe e a cooperação que o jogo levou, e como os alunos precisavam aceitar uns aos outros para serem bem-sucedidos. Reforce essa idéia ao repetir este jogo ao longo do ano. 

8- Atividade prática

Peça aos alunos que iniciem esta atividade listando pelo menos 25 palavras que as descrevem e as coisas que eles gostam. Nenhuma frase permitida, apenas palavras! 

Em seguida, peça a cada aluno que use uma caneta escura para traçar o padrão de sua mão com os dedos separados. Forneça outra folha de papel que o aluno pode colocar no topo do rastreamento. 

Como o rastreamento foi feito com uma caneta escura, o contorno deve ser visível na folha abaixo. Peça aos alunos que usem os contornos como guias e escrevam suas palavras ao redor. 

Forneça aos alunos uma variedade de lápis ou marcadores coloridos diferentes para usar conforme eles escrevem. Em seguida, convide os alunos a compartilhar seu trabalho com a classe. 

Eles podem cortar os contornos das mãos e montá-los no papel de construção para que você possa exibir as mãos para a casa aberta. Desafie cada pai para identificar a mão de seu filho.

9- Gangue das correntes 

Comece pedindo aos alunos “Quem pode fazer algo realmente bem?” Depois de uma breve discussão sobre alguns dos talentos dos estudantes, divulgue papel e peça aos alunos para escrever cinco coisas que eles fazem bem. 

Em seguida, forneça a cada aluno cinco tiras de papel de cores diferentes. Peça a cada aluno que escreva um talento diferente em tiras de papel separadas e, em seguida, crie uma pequena corrente de papel com as tiras ligando os cinco talentos juntos. 

À medida que os alunos completam suas mini-correntes, use tiras extras de papel para ligar as mini cadeias para criar uma cadeia de classe longa. 

Peça aos estudantes que mantenham a corrente em crescimento enquanto você liga as peças juntas. Uma vez que a cadeia inteira é construída e ligada, leve uma discussão sobre o que a cadeia demonstra – por exemplo, todos os alunos têm talentos; todos os alunos têm coisas que fazem bem; juntos, os alunos têm muitos talentos; 

Se eles trabalham juntos, os colegas de classe podem realizar qualquer coisa; A classe é mais forte quando os estudantes trabalham juntos do que quando os alunos individuais trabalham por conta própria. 

Pendure a corrente na sala como um lembrete constante para os alunos dos talentos que possuem e os benefícios do trabalho em equipe.

10 – Colagem de silhuetas

Estoque em revistas antigas. Seu bibliotecário da escola pode ter uma pilha de descarte que você pode tirar. Convide os alunos a pesquisar através das revistas para imagens, palavras ou qualquer outra coisa que possa ser usada para descrevê-los. 

Em seguida, use um retroprojetor ou outra fonte de luz brilhante para criar uma silhueta do perfil de cada aluno; peça a cada aluno que se sente diante da fonte de luz enquanto você ou outro estudante traçam o contorno da silhueta em uma folha de papel de 11 polegadas por 17 polegadas gravada na parede. 

Peça aos alunos que cortem suas silhuetas e depois preencham uma colagem de imagens e palavras que expressam sua identidade. Em seguida, dê a cada aluno a oportunidade de compartilhar sua silhueta com o grupo e falar sobre por que ele ou ela escolheu alguns dos elementos da colagem. Poste as silhuetas para criar uma sensação de “nossa sala de aula”.

11- Manchetes 
Como parte da rotina normal do primeiro dia, muitos professores têm cada aluno preencher um cartão com informações como nome, endereço, número de telefone, nomes dos pais e números de trabalho, e assim por diante. 

Você pode usar esses cartões para coletar outras informações, como horário escolar, por que o aluno se inscreveu para a aula, se o aluno tem um emprego a tempo parcial e se ele ou ela tem acesso à internet em casa. 

Como um pouco de informação final, peça ao aluno que escreva uma manchete que melhor descreva ele ou ela! Este título pode ser uma citação, uma expressão familiar ou qualquer outra coisa. 

Quando os alunos terminam de preencher os cartões, dê um pequeno questionário. Peça aos alunos para numerar uma folha de papel de 1 a __, dependendo de quantos alunos estão na aula. 

Em seguida, leia em voz alta as manchetes uma por vez. Peça aos alunos que escrevam o nome da pessoa que acham que cada título descreve melhor. Quem obteve a maior pontuação?

Bônus! Parece que os pais são contatados apenas se houver um problema com os alunos. No final de cada período de classificação, use as informações do endereço residencial para enviar um cartão postal a um punhado de pais para informá-los sobre o quão bem o filho está fazendo. Isso pode levar um pouco de tempo, mas é muito apreciado! Atividades mais rápidas para você se conhecer

A seguir estão algumas outras idéias de atividade que foram enviadas para o nosso caminho:

12- Questionário top

À frente do tempo, escreva uma série de perguntas para saber-fazer sobre folhas de papel – uma pergunta para um deslizamento. Você pode repetir algumas das perguntas. 

Em seguida, dobre as lâminas e coloque cada deslizamento dentro de um balão diferente. Explodir os balões. Dê a cada aluno um balão, e deixe os alunos se revezarem estourando seus balões e respondendo as perguntas dentro. 

13- Fato ou Fib? 

Esta é uma boa atividade para determinar as habilidades de tomada de notas de seus alunos. Diga aos alunos que você vai compartilhar algumas informações sobre você. 

Eles aprenderão sobre alguns dos seus antecedentes, passatempos e interesses da “biografia” oral de 60 segundos que você irá apresentar. Sugira que os alunos tomem notas; C

omo você fala, eles devem registrar o que eles acham que são os fatos mais importantes que você compartilha. Quando você terminar sua apresentação, informe aos alunos que você vai contar cinco coisas sobre você. 

Quatro de suas declarações devem dizer coisas que são verdadeiras e que fizeram parte de sua apresentação; uma das cinco afirmações é uma fib total. Esta atividade é muito divertida se alguns dos fatos verdadeiros são algumas das coisas mais surpreendentes sobre você e se a “fib” soa como algo que poderia muito bem ser verdade. 

Diga aos alunos que eles podem se referir às suas anotações para saber qual declaração é a fib. Em seguida, convide cada aluno para criar uma biografia e uma lista de cinco declarações – quatro fatos e uma fib – sobre si mesmo. 

Em seguida, forneça a cada aluno a chance de apresentar a biografia oral de 60 segundos e testar as habilidades de tomada de nota das outras, apresentando seu próprio “teste de fato ou fib”. Você pode fazer que os alunos façam essa parte da atividade em pequenos grupos.

14- Fato Circular ou Fib? 
Aqui está uma variação na atividade anterior: Organize alunos em dois grupos de igual tamanho. Um grupo forma um círculo igualmente espaçado em torno do perímetro da sala de aula. 

Haverá um pouco de espaço entre estudantes. O outro grupo de alunos forma um círculo dentro do primeiro círculo; Cada estudante enfrenta um dos alunos do primeiro grupo. 

Dê dois minutos aos pares de estudantes para compartilhar suas “biografias” orais de 60 segundos. Enquanto cada aluno fala, o parceiro toma notas. Depois de cada par completar a atividade, os alunos no círculo interno se movem no sentido horário para enfrentar o próximo aluno no círculo externo. 

Os alunos do círculo externo permanecem estacionários durante toda a atividade. Quando todos os alunos tiveram a oportunidade de compartilhar suas biografias um com o outro, Peça aos alunos para se revezarem cada um compartilhando fatos e mentiras com a classe. Os outros alunos se referem a suas notas ou tentam lembrar qual fato é realmente uma fib.

15 – Poemas de pessoas
Peça a cada criança que use as letras em seu nome para criar um poema acróstico. Por exemplo, João poderia escrever

Grande
Inteligente
Alegre

Diga aos alunos que eles devem incluir palavras que digam algo sobre si mesmas – por exemplo, algo que eles gostam de fazer ou uma personalidade ou traço físico. 

Convide os alunos a compartilhar seus poemas com a classe. Esta atividade é divertida que permite que você aprenda como seus alunos se vêem. 

Permitir que os alunos mais velhos usem um dicionário ou um tesauro. Você também pode variar o número de palavras para cada letra, de acordo com os níveis de alunos. 

16- Outra Introdução Poética. 
Peça aos alunos para usar o formulário abaixo para criar poemas que os descrevem.

Nome ______________________ 
Título (do poema) _______________ 
Eu nunca _______________, 
eu nunca ________________, 
e eu nunca ______________. 
Eu vou sempre ______________.

Esta atividade se presta a ser feita no início do ano letivo e novamente no final do ano. Você e seus alunos se divertirão comparando suas respostas e vendo como os alunos e as respostas mudaram. 

17- Alimento para o pensamento
Para conhecer os alunos e ajudá-los a conhecer-se, peça a cada aluno que indique seu nome e um alimento favorito que comece com a mesma primeira letra que o nome. 

Por exemplo: “Oi, meu nome é Alice, e eu gosto de fígado”. À medida que cada aluno se apresenta, ele ou ela deve repetir os nomes e alimentos favoritos dos alunos que vieram antes. Cuidado – fica complicado para a última pessoa que tem que recitar todos os nomes e alimentos! 

18- Eu não sou! 
Aqui está uma atividade desafiadora que pode ajudar os professores do ensino médio a aprender sobre as habilidades dos alunos para pensar de forma crítica. 

Envie alunos para os corredores da escola ou pátio da escola e pedir a cada um que encontre algo que “é completamente o oposto de você”. 

Opção: Para ampliar a área a ser explorada, forneça essa atividade como lição de casa na primeira noite da escola. Quando os alunos trazem seus itens de volta à aula, peça a cada um para descrever por que o item não écomo ele ou ela. 

Você terá muitas flores, é claro, e os alunos descreverão como essas flores são perfumadas ou macias ou não diferem de si mesmas. Mas você também pode obter algumas respostas inteligentes, como a de um jovem que trouxe o flip-top de uma lata descartada; ele falou sobre sua aparência decadente e sua incapacidade de servir um propósito sem ser manipulada por alguma outra força (e como ele poderia servir um propósito por conta própria). 

19- Caixas pessoais 
Nesta atividade, cada aluno seleciona um recipiente de tamanho razoável que representa algum aspecto de sua personalidade ou interesses pessoais, como um capacete de futebol ou uma panela. 

Peça aos alunos para preencher esse objeto com outros itens que se representam – por exemplo, fotos de família, CDs, meias sujas, um sapato de balé – e levar seus recipientes de volta à escola. 

Os alunos podem usar os objetos nos recipientes como adereços para apresentações de três minutos sobre si mesmos. A professora que forneceu essa ideia sugere que você modelo a atividade e incentive a criatividade em primeiro lugar – é importante que os alunos vejam você como humano também! 

Ela incluiu em seu recipiente uma colher de pau porque gosta de cozinhar, uma jarra de terra porque gosta de plantar, a primeira bota de vaqueiro de seu filho, um poema que escreveu, uma rocha da Itália porque gosta de viajar, e assim por diante. Você aprenderá muito sobre cada aluno com essa atividade, e criará uma ligação entre os alunos. 

À medida que cada aluno faz uma apresentação, você pode escrever uma breve nota de agradecimento que menciona algo específico sobre a apresentação para que cada aluno possa levar uma nota especial para compartilhar com os pais. Pode levar alguns dias para dar a cada aluno a oportunidade de compartilhar.

Mais sugestões de Atividades Volta às Aulas

Volta às Aulas Turma da Mônica Desenhos para colorir

Sugestões em vídeo de atividades volta às aulas

Summary
Review Date
Reviewed Item
Atividades Volta às Aulas - 19 sugestões divertidas
Author Rating
51star1star
1star1star1star
Carregar mais artigos relacionados
carregar mais Professor
Carregar mais Atividades Volta as aulas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Além disso, verifique

Atividades Lúdicas para Educação Infantil

Atividades Lúdicas para Educação InfantilEncontre Neste Artigo:1 Atividades Lúdicas para E…