Home Brincadeiras Brincadeiras Folclóricas

Brincadeiras Folclóricas

20 min read
0
0
97

BRINCADEIRAS FOLCLÓRICAS

 

O folclore brasileiro é o sinônimo da cultura popular brasileira, não se sabe ao certo as suas origens, o seu estudo só começou a ser difundido de fato em meados do século XIX quando o romantismo, período onde as diferenças e as singularidades eram prestigiadas, imperava na literatura brasileira.

Diversas culturas contribuíram para que o folclore brasileiro viesse a ser tão rico e diversificado, como as culturas indígenas, africana e portuguesa.

O estudo do folclore com o passar dos anos foi sendo aprofundado, diversos artistas lutaram para que o mesmo fosse reconhecido culturalmente no país, Cecília Meireles, Mário de Andrade, Tarsila do Amaral e Villa Lobos são alguns dos nomes que defenderam e lutaram pelo folclore brasileiro.

O folclore tem uma característica de cultura popular, representa á população, com suas diferentes histórias e referências culturais, possui diversas variantes regionais e locais fazendo com que cada lenda ou costumes contados sejam únicos.

O Brasil possui um folclore riquíssimo que inclui:

  • Mitos;
  • Lendas;
  • Contos populares;
  • Ritos e cerimônias religiosos e sociais;
  • Brincadeiras;
  • Provérbios;
  • Adivinhações;
  • Receitas de comidas;
  • Vestuário e adornos;
  • Orações;
  • Encantamentos;
  • Danças;
  • Cantorias;
  • Gírias;
  • Apelidos de pessoas e de lugares;
  • Desafios;
  • Trava-línguas;
  • Festas;
  • Encenações;
  • Artesanato;
  • Medicina popular;
  • Os motivos dos bordados;
  • Música instrumental;
  • Canções de ninar e roda, e até mesmo maneiras de criar;
  • Chamar e dar comandos aos animais;
  • Expressões próprias da vida em cidades;
  • Lendas urbanas;
  • Reclames;
  • Símbolos;
  • Modelos de arquitetura e urbanismo;

Dentre muitas outras características do folclore no Brasil.

Diversas festas brasileiras possuem influências folclóricas como o carnaval, festa junina, festa do divino, dentre outras.

O folclore é marcado pelas brincadeiras folclóricas tradicionais, elas são passadas de geração para geração, existem há muito tempo, séculos ou décadas, consequentemente como tudo no folclore brasileiro sofreu diversas modificações, seja culturais ou regionais, porém a essência das brincadeiras folclóricas ainda é a mesma desde suas origens, a diversão de quem brinca.

A maioria das brincadeiras folclóricas envolve uma disputa, individual ou em grupos, que possibilitam a interação de todos, desenvolvimento social, desenvolvimento motor e a autonomia de quem participa.  

A preservação das brincadeiras folclóricas é de suma importância, tanto para garantir a continuidade da cultura como também para a diversão das crianças de hoje de uma maneira natural, onde elas possam entrar em contato com o outro, sem o uso constante de tecnologias, por exemplo, como ocorre muito nos dias atuais, onde elas são incrivelmente conectadas, recebem constantes informações porém, não tem tanto apego as brincadeiras, contato direto com o outro e acabam não utilizando toda a sua energia e imaginação.

Na fase da educação infantil, onde é mais comum as crianças gostarem de jogos e brincadeiras, as brincadeiras folclóricas são muito vindas e aprendidas com facilidade pelos alunos, é nesse período que os alunos estão a todo vapor na fase do aprender e tais brincadeiras podem contribuir para uma melhor assimilação da matéria dada pelo professor, crescimento enquanto pessoa, desenvolvimento cognitivo, desenvolvimento motor e benefícios para a saúde dos pequenos, por exemplo.

Através das brincadeiras a criança é estimulada a se desenvolver, incluindo o seu equilíbrio, coordenação motora e raciocínio lógico, esses estímulos permitem que a criança adquira conhecimentos benéficos que os ajudaram em um futuro próximo, o professor deve incentivar seus alunos ao máximo para fazer com que eles pratiquem e brinquem, dentro e fora da escola, à família também é um ponto importante, pois ela ajudará no desenvolvimento da criança e por consequência os laços familiares serão fortalecidos.

Muitas dessas brincadeiras irão incluir o preparo e fabricação de materiais para os jogos, nesses casos professor pode utilizar como forma de projeto e realizar a fabricação dos materiais juntamente com seus alunos, dessa forma eles irão interagir entre si, poderão levar os brinquedos fabricados para casa, desenvolverão habilidades manuais e intelectuais, e aprenderão de forma deleitosa.

 

ALGUMAS BRINCADEIRAS FOLCLÓRICAS

 

Pipa  

As pipas ou papagaios dependendo de cada região é a brincadeira perfeita para os dias de vento. Podem ser compradas prontas ou serem fabricadas em casa ou na sala de aula, é preciso apenas de folhas de seda, fita adesiva, cola, bambu (por ser mais resistente) e linha. A brincadeira é divertida e para todos participarem, vale apenas lembrar que não se empina pipas perto de redes elétricas, tem de ser em campo aberto, como campo ou praias por exemplo, também é sempre bom ter um adulto por perto e não se deve brincar com elas em dias de chuva. Essa brincadeira permite uma interação maior entre os que brincam e uma melhora na coordenação motora por conta dos movimentos para manter a pipa no ár.

 

Boneca de Pano

 Era confeccionado antigamente com retalhos e espigas de milho, na sala de aula o professor pode utilizar retalhos, feltros, espumas, lã dentre outros diversos materiais para a fabricação dos brinquedos junto com os alunos, basta utilizar a imaginação e criar os personagens, a família em casa também pode realizar a fabricação das bonecas.

 

 

Escravos de Jó

 É uma das mais famosas brincadeiras folclóricas, para brincar é preciso qualquer tipo de objeto como, por exemplo, copos, borrachas, estojo, rolhas, tampinhas de garrafas pet, garrafas pet, dentre outros para que possa ser passada para o colega ao lado. Para brincar basta pegar os objetos e fazer um circulo com as crianças e realizar o canto:

“Escravos de Jó, jogavam caxangá.

Escravos de Jó, jogavam caxangá.

Tira, põe, deixa ficar…

Guerreiros com guerreiros, fazem zigue zigue zá,

Guerreiros com guerreiros, fazem zigue zigue zá”.

 

Amarelinha

É umas das mais famosas brincadeiras folclóricas, para brincar basta uma pedrinha para cada participante, e o desenho feito no chão, pode ser feito com fitas adesivas, giz, pintado, a pessoa irá pular com um ou os dois pés em cada numero, ganha quem chegar ao topo da amarelinha primeiro. A brincadeira mostra para as crianças o respeito que elas devem ter entre si para esperar a sua vez na brincadeira, dentre outras tantas características.

 

 

Bandeirinha  

Para brincar é preciso de um grupo grande onde o professor irá separar em duas equipes e riscar dois campos da quadra, cada grupo vai escolher uma bandeira, que pode ser qualquer coisa, uma toalha, um pedaço de pano, um graveto, o objetivo é invadir o campo do outro grupo e pegar a sua bandeira, e a equipe adversária pode congelar o intruso tocando nele, ele só pode sair do lugar quando alguém da sua própria equipe tocar nele. Essa brincadeira faz com que a criança aprenda principalmente a trabalhar em grupo e ter um raciocínio rápido.

 

Pular Corda

Essa brincadeira pode ser feita, sozinho, em dupla, ou em mais pessoas, é preciso apenas uma corda, ou se as crianças estão acostumadas duas, ela é realizar por bater a corda no chão enquanto outra pessoa pula enquanto cantam-se cantigas.

 

 

Corre Cotia

 As crianças escolhem um objeto qualquer e entregam para a criança que vai começar a brincadeira, o grupo de senta em roda e cantam:

“Corre cotia, atrás da tia,

Corre sipó atrás da vó,

Tenho um cachorrinho

Que se chama Totó

Ele é bonitinho

De uma perna só

Corre Tereza, atrás da mesa

Corre João, atrás do feijão

Lencinho branco caiu no chão

Moça bonita do meu coração”.

Ao final da música a criança q iniciou a brincadeira coloca o objeto atrás de uma outra criança do grupo, que deverá correr atrás da criança que começou a brincadeira, ela deve dar a volta em torno do grupo e sentar no lugar vago, a outra tenta pega-lá, caso não consiga paga um mico no meio da roda.

 

Cabo de guerra

 Para esta brincadeira é preciso um grupo grande que será separado em duas equipes, cada grupo segurará um lado da corda , na mesma distancia, e no centro da corda terá uma marcação, que pode ser um lenço amarrado por exemplo, ao sinal do professor o dois grupos começam a puxar para o seu lado e tentar puxar a marca para próximo, ganha quem conseguir primeiro, nessa brincadeira o grupo aprende a trabalhar em grupo, adquiri noções de liderança, coordenação motora, desenvolvimento motor, dentre outros.

 

Passa anel

Com as palmas das mãos unidas, uma das crianças das vai passar um anel entre as palmas, tocam cantam:

“Perdi meu anel no mar

Não pude mais encontrar

De presente para me dar

Foi parar na goela da baleia

Ou então no dedo da sereia

Ou quem sabe um pescador

Encontrou o anel

E deu pro seu amor”.

A criança que está passando o anel e deixa nas mãos de um dos participantes sem que os outros percebam, depois ela escolhe alguém do grupo e pede para ele adivinhar com quem está o anel, se ele acertar será o passa anel na próxima rodada, se ele errar a brincadeira continua com o mesmo passador de anel.

 

As brincadeiras folclóricas e o folclore podem e devem ser passadas de geração em geração e ensinadas nas escolas com os professores, elas fortalecem os laços familiares e as relações professor e aluno e aluno e aluno, tornando a vida de ambas mais divertidas e a aprendizagem mais significativa. A criança que aprende certos valores brincando não esquece tais ensinamentos, levando-os para a vida adulta e para o exercício da cidadania. O mês do folclores é Agosto em consequência é o mês que mais se fala , se aprende e brinca com o folclore porém, o folclore brasileiro é incrivelmente rico e deveria ser tratado com mais atenção e cuidado, assim os alunos aprendem novas brincadeiras e um pouco mais sobre a sua cultura.

Autora: Laís Simão, Pedagoga e Professora Especialista em Deficiências Intelectual e Múltiplas.

Mais sugestões de brincadeiras:

Sugestões em vídeo de brincadeiras folclóricas:

Summary
Review Date
Reviewed Item
Professores Heróis
Author Rating
51star1star1star1star1star
  • Brincadeiras Divertidas

    À procura de jogos clássicos ao ar livre, as crianças podem brincar em casa, na escola ou …
  • Brincadeiras para crianças

    O ato de brincar para a criança não é uma obrigação, o brincar para eles é divertido e pra…
  • Brincadeiras populares

    BRINADEIRAS POPULARES As brincadeiras populares têm origem nas diversas culturas existente…
  • Brincadeiras de roda

    BRINCADEIRAS DE RODA   As brincadeiras de rodas são acompanhadas de cantigas, ambas s…
  • Brincadeiras para gincana infantil

    A seleção de brincadeiras, atividades recreativas e ideias de gincana está forte aqui no s…
  • brincadeiras-para-gincanas

    Brincadeiras para gincana

    Brincar tem uma importância absurda nos processos de desenvolvimento humano. As brincadeir…
Carregar mais artigos relacionados
carregar mais Professor
  • Brincadeiras Indígenas

    BRINCADEIRAS INDIGENAS   Que as brincadeiras são importantes para o desenvolvimento d…
  • Brincadeiras Divertidas

    À procura de jogos clássicos ao ar livre, as crianças podem brincar em casa, na escola ou …
  • Jogos e Brincadeiras Populares

    Os jogos e brincadeiras populares têm origem nas diversas culturas existentes no Brasil, t…
  • Brincadeiras para crianças

    O ato de brincar para a criança não é uma obrigação, o brincar para eles é divertido e pra…
Carregar mais Brincadeiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Além disso, verifique

Brincadeiras Divertidas

À procura de jogos clássicos ao ar livre, as crianças podem brincar em casa, na escola ou …