Home Bullying Bullying Nas Escolas

Bullying Nas Escolas

19 min read
0
0
43

BULLYING NAS ESCOLAS

bullying-nas-escolas

A palavra bullying tem sua origem no inglês, significa:

  • Valentão;
  • Ameaçar;
  • intimidar;
  • Repetir uma maldade até a exaustão;




Não existe uma tradução correta para o termo em português, entretanto quando se trata de bullying todos sabem o que virá pela frente.

O bullying é caracterizado pela violência física ou psicológica de forma intencional por uma pessoa ou um grupo de pessoas para com outra(s).

Hoje é reconhecido como um grave problema nas escolas e com sérias conseqüências, tanto para quem pratica quanto para quem sofre com o ato.




O bullying é um assunto extremamente sério, mas que muitas vezes é deixado de lado, tal atitude negligenciada pode acarretar em graves consequências para ambas as partes, agressor e vítima, podendo até levar uma pessoa a pensar ou cometer um suicídio, tal atitude pode e deve ser evitada.

A maioria das pessoas, se não todos, já sofreram com algum tipo de violência física, simbólica ou até mesmo institucional, todos já passamos por situações de constrangimento e humilhação, seja dentro ou fora do contexto escolar.

Entretanto deveríamos enxergar essa situação como algo normal?

Como uma simples brincadeira de criança ou de colegas?

A resposta para as perguntas é Não.

Com o aumento significativo de acesso a educação hoje é possível observar diversos tipos de pessoas inseridas no contexto escolar, que é a primeira experiência de vida que a criança terá em contato com a sociedade e fora do berço familiar.

A característica principal do bullying





bullying-nas-escolas

É o preconceito com o outro, tal preconceito é aprendido, adquirido pelas pessoas, muito deles vem da própria casa, observando a atitude dos mais velhos e copiando-os, afinal os mais velhos são exemplos para os mais novos e muitas vezes seus heróis então as suas atitudes consequentemente serão copiadas pelos mais novos.




O preconceito com o que é diferente do que você está acostumado gera certo desconforto e caso o indivíduo não esteja preparado para aceitar e até mesmo aprender mais sobre o outro ele tende a ter uma postura agressiva e preconceituosa.

Tal atitude deve ser corrigida pela família inicialmente, mostrando que todos são iguais e que as diferenças do outro devem ser respeitadas assim como as nossas também, entretanto sabemos que isso de fato não ocorre em todos os casos, não são todos os casos em que a família tenha essa atenção especial com o indivíduo.

As vezes simplesmente por conta de não saber como lidar ou talvez, até quem sabe, não ligar, e em alguns casos quando descobrem pode até ser tarde, cabe a escola nesses casos, tentar corrigir tal pensamento e atitudes desrespeitosas cometidas pelos seus alunos e em alguns casos colegas de trabalho.

AGRESSORES E VITIMAS





bullying-nas-escolas

O perfil dos agressores do bullying geralmente:

  • É de pessoas mais populares e desinibidas;
  • São agressivos com a maioria das pessoas que estão ao se redor, incluindo pais, familiares e professores;
  • Sempre estão acompanhados de um grupo, pois precisam que tenha sempre alguém o bajulando, e apoiando suas atitudes;
  • Em sua maioria não sabem ouvir opiniões contrarias as suas;
  • Cresceram em lares sem muita estrutura ou afeto familiar e por consequência levam isso para o ambiente fora de suas casas.





As vitimas do bullying nas escolas ao contrário de seus agressores geralmente são pessoas muito tímidas, com a autoestima baixa, dificuldades de se relacionar com outras pessoas em seu ambiente de trabalho ou escolar e em alguns casos têm sinais de automutilação e pensamentos suicidas, o que demonstra o quão grave é a sua situação e um pedido de socorro.

O BULLYING RETRATADO PELA MÍDIA





bullying-na-escola

Em Março de 2017 a Netflix, lançou uma serie que conta a história de Hannah Backer, uma adolescente, que cursa o ensino médio, que sofre com o bullying na escola. A série chocou o mundo todo com a riqueza de detalhes das agressões sofridas e como elas ocorriam. 13 Reasons Why (Os Treze Porquês, no português), trás a tona como é a vida de uma pessoa que sofre com o bullying nas escolas, e as consequências geradas pelo ato. A série mostra também quem são e como são os agressores, a dificuldade de falar sobre o assunto, a família que não percebe os problemas e a escola que por muitas vezes não tem a atenção devida com seus alunos.

Diversas reportagens para jornais, documentários, programas de televisão e filmes também já foram feitos para abordar o assunto, tudo para que o assunto seja discutido e seja tratado da forma da qual merece.

O TRABALHO DA ESCOLA





bullying-na-escola

Dentro do contexto escolar, infelizmente, é muito comum observarmos tais atos, seja nos corredores escolares, ou dentro da sala de aula.

Os praticantes do bullying utilizam de palavras sujas e xingamentos, situações vexatórias e em casos mais graves agressões físicas, com ou sem motivações especificas para tais atos.

Entre os meninos é mais comum que ocorram xingamentos, exclusões de grupos e agressões físicas, já entre as meninas a pratica envolve fofocas, difamações e dominação das julgadas mais fracas.

Atitudes escolares em relação ao bullying

bullying-nas-escolas

  • Em primeiro lugar a escola tem que aceitar que o bullying existe dentro dos seus muros;
  • É preciso que a mesma saiba o que ocorre dentro do seu ambiente;
  • Se informe sobre o assunto e caso ainda não tenha as melhores soluções em mãos;
  • Procurar se capacitar sobre o assunto, para que não ocorram situações mais graves;
  • Observar a atitude dos seus alunos em relação aos colegas e até mesmo os profissionais que ali estão inseridos;

Posições do Professor em relação ao Bullying na sala de aula

bullying-nas-escolas

O professor dentro de sala de aula deve ter o cuidado de estar atento a cada atitude dos alunos e as suas próprias, para que dessa forma ele consiga identificar situações que envolvam a pratica do bullying nas escolas, e caso ocorra, interferir o mais rápido o possível para que sejam tomadas as atitudes necessárias, tanto para quem comete o ato, quanto para quem é vitima.

Piadinhas e exclusões de grupos podem ser sinais de que o bullying nas escolas. Se esta ocorrendo em sala de aula é interessante o professor mostrar para todos da turma as conseqüências desses atos e que existem leis que protegem quem os tem sofrido:

  • Não rir das piadas;
  • Mostrar-se solicito para conversar com quem precisar;
  • Informar os alunos sobre o assunto;

Não contribuir com as piadas de mau gosto feitas pelos alunos e chamar atenção quando ocorrer, são atitudes que podem ajudar a acabar com o problema, porém que não são suficientes, o combate ao bullying envolve muitos outros indivíduos.   

COMBATENDO O BULLYING NAS ESCOLAS?

bullying-nas-escolas

Muitas são as atitudes que podem ser tomadas para acabar com o ato:

  • Adequar o ambiente escolar para lidar com as diversidades culturais;
  • Promover palestras sobre o assunto em questão para que seja de conhecimento de todos;
  • Facilitarem a conversa sobre este e outros tantos assuntos para que os próprios alunos cheguem as suas próprias conclusões sobre o mesmo, como por exemplos fóruns de discussões ou até mesmo assembléias para tratar os problemas;
  • Incentivar a solidariedade;
  • Incentivar a cultura do elogio;
  • Trabalhos didáticos;
  • Orientar a como resolver as questões com base de uma boa conversa;
  • Deixar claro que a escola estará disposta a ajudar a todos os envolvidos tanto os agressores quanto as vítimas;
  • Ter dentro da escola profissionais como psicólogo e psicopedagogo que podem ajudar a tratar do assunto com uma maior naturalidade;
  • Trabalhar sobre o assunto com as turmas dentro e fora da sala de aula;
  • Colar cartazes pela escola;
  • Incentivar a conversa dos alunos com os seus familiares, a própria escola pode conversar com a família dos alunos para conhecer a sua realidade;
  • Saber o que acontece com eles fora do contexto escolar, pois o bullying pode ocorrer em qualquer lugar sob qualquer situação;

Lembrar sempre que o professor e os mais velhos são um modelo a serem seguidos então deve agir com índole, são alguns dos exemplos que a escola pode utilizar para trabalhar e tentar erradicar tal problema dentro e fora dos muros escolares.

O foco deve voltar-se para o respeito para com o outro, para a recuperação de valores essenciais, a escola deve mostrar aos alunos que certas piadas e brincadeiras não fazem bem ao outro, questionando como o aluno se sentiria caso fosse com ele aquela determinada piada ou brincadeira.

O trabalho e a dedicação devem ser intensos em cima desse assunto, a equipe pedagógica deve estar bem orientada e preparada para tomar as decisões corretas para cada situação e também para orientar os professores e familiares sobre como agir quando alguém em sua sala de aula ou família estiver praticando ou sofrendo com o bullying.

Por fim a pratica do bullying nas escolas é preconceituosa e discriminatória, tais atitudes não combinam com os valores escolares que queremos passar as nossas crianças para ajudar-los a tornarem-se cidadãos de bem, honestos, éticos.

O assunto deve ser tratado com total seriedade e atenção pela escola e familiares para que em um futuro próximo não ocorram situações que causem dor e sofrimento a todos.

A cultura do ódio, da falta de respeito deve ser substituída pelas culturas do amor, elogios e do respeito, a sociedade deve ser capaz de ver o bem no outro e não a maldade.

Autora: Laís Simão, Pedagoga e Professora Especialista em Deficiências Intelectual e Múltiplas.

 

Que papo é esse: Bullying





Summary
Review Date
Reviewed Item
Professores Heróis
Author Rating
51star1star1star1star1star
  • Identificando Bullying

    Identificando bullying A maioria das crianças foi provocada por um irmão ou amigo em algum…
  • Bullying na Educação Infantil

    BULLYING NA EDUCAÇÃO INFANTIL   A palavra bullying tem sua origem no inglês, signific…
Carregar mais artigos relacionados
carregar mais Professor
  • Identificando Bullying

    Identificando bullying A maioria das crianças foi provocada por um irmão ou amigo em algum…
  • Bullying na Educação Infantil

    BULLYING NA EDUCAÇÃO INFANTIL   A palavra bullying tem sua origem no inglês, signific…
Carregar mais Bullying

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Além disso, verifique

Identificando Bullying

Identificando bullying A maioria das crianças foi provocada por um irmão ou amigo em algum…