Bullying no ambiente escolar

Bullying no ambiente escolar

Bullying no ambiente escolar

 

Embora os estudos sobre o bullying  no ambiente escolar no Brasil sejam recentes, o fenômeno é antigo e preocupante, sobre tudo em função de seus efeitos nocivos (Lopes, 2005; Trevisol & Dresch, 2011).

Aproximadamente um em cinco estudantes é tiranizado regularmente. Uma intimidação pode ou não pretender ferir, mas os danos serão feitos. Field (1999) nos diz que tiranizar na escola sempre existiu, e muitos consideram essa prática como uma peça que faz parte da vida escolar, uma brincadeira. Mas as comunidades receberam uma chamada para acordar sobre o bullying  no ambiente escolar , sob a forma de inúmeros suicídios, ataques violentos e assassinatos, cometido por jovens alunos tiranizados por anos a fio, sem ninguém se aperceber do que acontecia.

Segundo Relatório de Pesquisa “Bullying no ambiente escolar no Brasil” Plan Brasil (2010), a utilização no Brasil do conceito que define o termo Bullying ainda apresenta fragilidade, encontrando por vezes dificuldades em se diferenciar em meio ao fenômeno geral de violência entre pares na escola.

 Bullying físico

Bullying no ambiente escolar

Em escolas de ensino fundamental e médio, 30,5% dos casos de bullying é físico”.Bullying físico é o tipo de bullying que envolve o contato corporal de forma que a vítima se sinta intimidada e que o autor tenha o controle sobre ela, com todo tipo de agressão que fará com que a vítima fique submissa ao agressor e completamente incapaz de revidar ou mesmo de procurar ajuda. É importante lembrar que não é todo tipo de briga que é considerado bullying físico. Este tipo de agressão se caracteriza quando agressor é muito superior fisicamente à vítima e quando esta não tem a menor chance de defesa. Uma briga de igual para igual não é considerado bullying físico.

Em todo tipo de agressão por bullying, o objetivo do agressor é estabelecer a sua superioridade e seu controle sobre a vítima. Mas o bullying físico é o que mais traz danos à vítima e o que mais facilmente se consegue esse controle. Além das agressões, há também os problemas emocionais que ficam em suas vítimas, que em geral são deprimidas e impotentes.

Bullying físico é o tipo de agressão que é mais fácil identificar o autor, isso porque ele sempre deixa rastros, como as lesões, cortes e arranhões nas vítimas. Um agressor precisa ser tratado e muitas vezes não é isso que ocorre. Na maioria das vezes ao verificar o problema, a escola acaba expulsando o aluno ou a empresa encaminha ele para outro departamento, quando na verdade ele precisa de ajuda profissional.

Não tratar a raiz do problema fará apenas o problema mudar de local. É preciso que pais e professores tenham consciência de que tanto a vítima quanto o agressor sofrem com toda essa situação e ambos precisam de atenção e tratamento.

 Paródia sobre Bullying

Bullying no ambiente escolar

Confira a letra de Sou gordinha mesmo (Aquele 1%):

Acordo bem cedinho e pego logo o celular
Vejo as postagens e não quero acreditar
É cada comentário, não faz isso não
O preconceito é grande e mágoa o coração

Tu é muito feia, é melhor se enxergar
Vai comendo esse bombom, assim tu vai estourar
Tu vai assim na praia com as estrias desse jeito?
Tu tá gorda demais !
Isso é preconceito

Na internet tem um grupo
Que gosta de julgar a vida dos outros, que feio
Eu acho isso um completo absurdo

Que fala mal do meu copinho fofo
Mais pra mim não importa

Na internet tem um grupo
Que gosta de julgar a vida dos outros, que feio
Eu acho isso um completo absurdo
Que fala mal do meu corpinho fofo
Um bando de idiota

Sou Gordinha mesmo

Isso é a minha vida não adianta vir falar
As minhas contas nunca te dei pra pagar
Eu como chocolate, hamburguer e requeijão
Se não tiver dinheiro passo tudo no cartão

Deixe minha vida

Eu sou feliz o que que há
Esse povo com requalque tá querendo me tombar
Eu vou pegar uma praia e bloqueio o preconceito
Tu é uma frustrada porque eu me aceito

Na internet tem um grupo
Que gosta de ver defeito nos outros
Me poupe, não tô aqui pra ver os teus insultos
Cansei de tá vendo esse absurdo, vou dar parte agora

Música sobre o bullying letra

 Bullying no ambiente escolar

Mutação

Compositor: Alan Huston

 Se alguém rir da sua obesidade
Dê o troco com um sorriso de verdade
Se o seu rosto não for tão bonito assim
O que é que tem saiba que isso não é o fim

Pretendo ajudar
Mas saiba compreender
Que chorar não é legal

É melhor se levantar
E continuar sendo você
Não é bom se lamentar
Numa Vida Hardcore

Mostre a todos o que um ser humano pode fazer
Pra suprir o que é feio em si e ser feliz
O bang-bang não resolve o problema
Apenas faz com que sejas digno de pena

 E as coisas a aprender
E as compras a fazer
E os amigos tão legais

Você não pode ser
Tão fraco ao ponto de
Desistir da vida

Eu adoro ser quem sou
Só não sei onde vou parar
Eu adoro ser quem sou
Mesmo sendo um “cão chupando manga”

 Rap sobre o bully

 Bullying no ambiente escolar

Bullying
Rajada Verbal MC’s

refrão
eu não consigo entender tanta discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos
será que e feliz em me fazer sofrer ? se liga irmão
eu sou igual a você..
eu não consigo entender tanta discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos
será que e feliz em me fazer sofrer ?
diga não ao bullying deixe o amor prevalecer

chega já basta não suporto mais não,
por que tanta indiferença e discriminação,
Deus fez o ser humano a sua imagem e semelhança ,
então me diz o porque de tanta ignorância ,
não sou melhor nem pior que você ,
a diferença ta só no coração pode crê,
amor , compaixão , humildade .
é isso que trem que entender a humanidade
pra que possa existir menos a maldade ,
diga não ao bullying e a discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos

refrão
eu não consigo entender tanta discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos
será que e feliz em me fazer sofrer ? se liga irmão
eu sou igual a você..
eu não consigo entender tanta discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos
será que e feliz em me fazer sofrer ?
diga não ao bullying deixe o amor prevalecer

refrão
sua raça seu corpo a cor da sua pele,
coração bom ou ruim diz ai o q prefere ?
o caráter não é preto nem branco,
não anda de carro zero cheio de dinheiro no banco ,
não e muçulmano nem asiático,
não tem os olhos azuis ou um corpo fantástico,
as melhores roupas os melhores sapatos,
tudo isso é ilusão
todos temos sentimentos e emoção,
o q ‘cê ‘ tem pra mostrar um bom ou mau coração?
diga não ao bullying e a discriminação,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos…

eu não consigo entender tanta discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos
será que e feliz em me fazer sofrer ? se liga irmão
eu sou igual a você..
eu não consigo entender tanta discriminação ,
se somos filhos do mesmo pai somos todos irmãos
será que e feliz em me fazer sofrer ?
diga não ao bullying deixe o amor prevalecer

 

Desenhos de bullying

 Bullying no ambiente escolar Bullying no ambiente escolar Bullying no ambiente escolar Bullying no ambiente escolar

 

Bullying e Educação

Bullying no ambiente escolar

Nas escolas, são muitos os exemplos de atitudes agressivas capazes de causar sofrimento e angústia. É comum vivenciar casos de estudantes introvertidos, intimidados pelos alunos mais fortes e desinibidos; a menina que carrega o apelido de baleia; o garoto conhecido por quatro olhos e o chamado de palito. Essas situações não são novas, mas somente a partir da década de 70 começaram a ser estudadas com atenção, por pesquisadores de diferentes países, como integrantes de um fenômeno conhecido como bullying.
No Brasil, Bullying e Educação uma das pioneiras no estudo do tema é Cleo Fante, doutoranda em ciências da educação. Ela já atuou em escolas públicas e particulares do estado de São Paulo como professora de história, geografia, e ética e cidadania. Cleo explica que o bullying(do inglês bully, valentão, brigão) é um fenômeno encontrado nas relações entre pares, em especial, estudantes. “Na prática, ocorre quando um estudante (ou mais), de forma intencional, elege como alvo outro (ou outros) contra o qual desfere uma série de maus-tratos repetitivos, impossibilitando a defesa”, diz.
Com dez anos de experiência no estudo do bullyingno país entre Bullying e Educação, ela criou o programa Educar para a Paz, implantado em diversas escolas do Brasil e de Portugal. “Posso afirmar que o bullying é um fenômeno que cresce assustadoramente”, afirma.
Acredito que todos conheçam o velho ditado que diz que “educação vem de casa”, uns dos grandes fatores ao qual o bully se tornou um transtorno e falta de atenção dos pais, uma vez que hoje em dia, no corre corre das famílias a criança sente-se isolada e tenta fazer de tudo para chamar a atenção e as que não conseguem são as que mais sofrem pois reprimem seus sentimentos e não conseguem lidar com a indiferença, gerando assim um sofredor do bully.

É de extrema importância a participação dos pais na educação de seus filhos vivenciando o Bullying e Educação, juntamente com a escola, ficar atento a comportamentos é o primeiro passo para se entender o que esta acontecendo com as crianças ou jovens.

Mais artigos sobre Qual a origem da palavra Bullying para baixar:

Bullying Não é Legal! Livro grátis para Baixar

Mais sugestões de artigos sobre Bullying:

O QUE É CYBERBULLYING?

Identificando Bullying

Bullying na Educação Infantil

Bullying Nas Escolas

Material sobre Educação Especial:

ADHD em crianças

TDAH NA ESCOLA

O QUE É TDAH?

TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO

O QUE É DISLEXIA?

ATIVIDADES PARA CRIANÇAS HIPERATIVAS

HIPERATIVIDADE SINTOMAS

TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO

CRIANÇA HIPERATIVA

Sugestões de Atividades Para Crianças com Síndrome de Down

SÍNDROME DE DOWN CARACTERÍSTICAS E ATIVIDADES

COMO ALFABETIZAR UM ALUNO COM SÍNDROME DE DOWN

ATIVIDADES PARA CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN

Mais sugestões de Artigos sobre Inclusão

INCLUSÃO NO JOGO PARA CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL

Inclusão Social Na Escola

APOIO E ACOMPANHAMENTO À INCLUSÃO

Cartilha da Inclusão Escolar em PDF

Baixe gráttis Revista da Educação Especial/ Inclusão

A INTERDISCIPLINARIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DO EDUCADOR: ELEMENTO POSSIBILITADOR DE FORMAÇÃO CIDADÃ E INCLUSÃO SOCIAL.

Adicionar Comentário