Home Alfabetização Como alfabetizar

Como alfabetizar

19 min read
0
0
245

Quer saber Como alfabetizar? Cinco ou seis anos de idade, fase que lembra principalmente duas coisas:

Os dentes de leite que caem e a concretização da alfabetização. O bê-á-bá vai, aos poucos, formando as palavras e mesmo com a gagueira natural e a fala travada, as crianças vão caminhando em uma das primeiras missões da vida: a da leitura.

Esse período tem consequências reais não só na vida dos estudantes, mas também na de todos ao seu redor.

Como alfabetizar letrando




Letrar e alfabetizar, embora à primeira vista pareçam ter o mesmo significado, são termos que se aplicam a diferentes práticas.

Letrar é transmitir as habilidades necessárias e o hábito de ler e escrever, enquanto alfabetizar refere-se ao aprendizado das técnicas para a compreensão da linguagem no que diz respeito a seus conteúdos gramaticais.

A importância de alfabetizar letrando e o papel dos educadores nesse processo

 No processo de letramento É necessário que o indivíduo tenha contato constante com a leitura, o que pode ser feito por meio de:
  • Jornais;
  • Revistas;
  • Livros;
  • Letras de músicas;

Quadrinhos e quaisquer outras fontes que permitam uma reflexão sobre o que foi lido.

Durante a alfabetização são abordados conteúdos embasados na gramática e na ortografia, assim como sua relação com os sons da linguagem falada.




Desse modo, uma pessoa alfabetizada pode não ser letrada, pois não possui o hábito da leitura e, com isso, não consegue responder apropriadamente às necessidades sociais da escrita e da leitura.

Alfabetização: ensinar a ler e a escrever com método fônico

Os métodos fônicos também são conhecidos por métodos sintéticos ou fonéticos.
Partem das letras (grafemas) e dos sons (fonemas) para formar;
Com elas:
sílabas, palavras e depois frases.
No principal modelo de Método Fônico utilizado pelos professores alfabetizadores, as crianças não pronunciam os nomes das letras, mas sim os seus sons.
O lingüista americano Bloomfield, propositor do módulo fônico desse método, defende que a aquisição da linguagem é um processo mecânico, ou seja, a criança será sempre estimulada a repetir os sons que absorve do ambiente. Assim, a linguagem seria a formação do hábito de imitar um modelo sonoro.

Método fônico




Os usos e funções da linguagem, neste caso, são descartados (em princípio), por se tratarem de elementos não observáveis pelos métodos utilizados por essa teoria, dando-se importância à forma e não ao significado.
No tocante à aquisição da linguagem escrita:
A fônica é o intuito de fazer com que a criança internalize padrões regulares de correspondência entre som e soletração;
Por meio da leitura de palavras das quais ela;
Inconscientemente;
Inferir as correspondências soletração/som.
De acordo com esse pensamento, o significado não entraria na vida da criança antes que ela dominasse a relação, já descrita, entre fonema e grafema.
Nesse caso, a escrita serviria para representar graficamente a fala. 
O método fônico baseia-se no aprendizado da associação
 entre fonemas e grafemas (sons e letras) e usa, em princípio, textos produzidos especificamente para a alfabetização. 
O método que o Brasil empregava antes dos anos 80 não era o fônico, mas o alfabético-silábico, baseado no ensino repetitivo de sílabas. 
 

Como alfabetizar e trabalhar o método fônico?





Essa é a dúvida de muitos professores e disponibilizamos no link abaixo sugestões de atividades com método fônico, história da abelhinha para baixar e ajudar em como alfabetizar utilizando este método de alfabetização:

Método Fônico História Da Abelhinha Para Alfabetizar

Apostila de Alfabetização Método Fônico

Truques para alfabetizar as crianças mais rapidamente

No primeiro ano ao se deparar com crianças não alfabetizadas ou até mesmo se você está querendo entender como alfabetizar seu filho é necessário seguir alguns passos e esses são:

Sondagem:

A sondagem tem um papel importante, saber em que etapa de alfabetização, hipótese silábica essa criança se encontra. Palavras Para Sondagem

Para fazer uma sondagem precisamos preparar uma lista de palavras para diagnosticar essa criança e assim preparar atividades para ajudar em seu avanço.Apostila com 400 Atividades Hipótese de Escrita : Pré e Sem valor Sonoro




É provável que após essa sondagem o aluno esteja no nível de escrita pré silábico sem valor sonoro e seja necessário algumas atividades de intervenções para que este aluno avance em sua etapa alfabetiza.

Segue sugestões de atividades nível de escrita pré silábico

 Em minhas práticas pedagógicas em como alfabetizar uma técnica que ajudou muito a fazer os alunos avançarem em suas hipóteses silábicas foi o trabalho com sistema fônico e o trabalho inicial com listas:
  • Listas de nomes;
  • Listas de palavras;
  • Listas em ordem alfabética com o nome dos alunos;
  • Listas de objetos;

O trabalho inicial com a história da abelhinha ajudando e como alfabetizar alunos e até mesmo ajudando na questõa de como alfabetizar idosos.

Método Fônico História Da Abelhinha Para Alfabetizar

(O Método da Abelhinha foi utilizado nos anos 70 , eu mesma fui alfabetizada por esse método aos 6 anos de idade, me lembro com saudade da minha turminha de C.A. (Classe de Alfabetização) e da “Tia” Marilene nossa professora ; sim sou do tempo das “Tias” ! Me lembro da expectativa pelos novos capítulos da estorinha da abelhinha , dos cartazes pregados na parede … e não , não tive nenhum problema com a desconhecida dália .
É um método fonético , prático e eficaz , próprio para crianças pequenas , que funciona , e bem, com o imaginário infantil . )
 

Métodos para alfabetizar




• Método Sintético

O método sintético estabelece uma correspondência entre o som e a grafia, entre o oral e o escrito, através do aprendizado por letra por letra, ou sílaba por sílaba e palavra por palavra.

Os métodos sintéticos podem ser divididos em três tipos: o alfabético, o fônico e o silábico. No alfabético, o estudante aprende inicialmente as letras, depois forma as sílabas juntando as consoantes com as vogais, para, depois, formar as palavras que constroem o texto.

No fônico, também conhecido como fonético, o aluno parte do som das letras, unindo o som da consoante com o som da vogal, pronunciando a sílaba formada. Já no silábico, ou silabação, o estudante aprende primeiro as sílabas para formar as palavras.

• Método Analítico

O método analítico, também conhecido como “método olhar-e-dizer”, defende que a leitura é um ato global e audiovisual. Partindo deste princípio, os seguidores do método começam a trabalhar a partir de unidades completas de linguagem para depois dividi-las em partes menores. Por exemplo, a criança parte da frase para extrair as palavras e, depois, dividi-las em unidades mais simples, as sílabas.

Este método pode ser divido em palavração, sentenciação ou global. Na palavração, como o próprio nome diz, parte-se da palavra. Primeiro, existe o contato com os vocábulos em uma sequência que engloba todos os sons da língua e, depois da aquisição de um certo número de palavras, inicia-se a formação das frases.

• Método Alfabético

Um dos mais antigos sistemas de alfabetização, o método alfabético, também conhecido como soletração, tem como princípio de que a leitura parte da decoração oral das letras do alfabeto, depois, todas as suas combinações silábicas e, em seguida, as palavras. A partir daí, a criança começa a ler sentenças curtas e vai evoluindo até conhecer histórias.




Por este processo, a criança vai soletrando as sílabas até decodificar a palavra. Por exemplo, a palavra casa soletra-se assim c, a, ca, s, a, sa, casa. O método Alfabético permite a utilização de cartilhas.

• Método Fônico

O método fônico consiste no aprendizado através da associação entre fonemas e grafemas, ou seja, sons e letras. Esse método de ensino permite primeiro descobrir o princípio alfabético e, progressivamente, dominar o conhecimento ortográfico próprio de sua língua, através de textos produzidos especificamente para este fim.




O método é baseado no ensino do código alfabético de forma dinâmica, ou seja, as relações entre sons e letras devem ser feitas através do planejamento de atividades lúdicas para levar as crianças a aprender a codificar a fala em escrita e a decodificar a escrita no fluxo da fala e do pensamento.

Qual o melhor método de alfabetização? 

Existe uma grande dúvida e preocupação em quais métodos seguir e qual o procedimento é o mais adequado em como alfabetizar em vários seguimentos seja:

Como alfabetizar na educação infantil;

como alfabetizar idosos;

como alfabetizar filhos, entre outros…

Se tratando de alfabetização, fazer bom uso de tudo um pouco para conseguir o objetivo que é alfabetizar os alunos é válido.

É importante que a educação infantil sirva de base para que nos anos posteriores os alunos aprendam a ler e a escrever para participar do mundo letrado.

Ainda tem dúvidas em como alfabetizar?

Sugestões de videos para alfabetizar

 




Summary
Review Date
Reviewed Item
Professores Heróis
Author Rating
51star1star1star1star1star
Carregar mais artigos relacionados
carregar mais Professor
Carregar mais Alfabetização

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *